fbpx
Corrente do bem

Corrente do bem

A pandemia do novo coronavírus tem sido um desafio, não só à área de saúde, mas também à economia do país. São muitos os chefes de famílias que estão com seus empreendimentos em risco, profissionais com reduções salariais, ou seja, o momento de colocarmos a prova a solidariedade e principalmente a empatia.

Se você tem interesse em ajudar, mas não sabe como, listamos abaixo algumas dicas preciosas: 

Ajude o seu amigo, parente ou vizinho

Provavelmente você deve conhecer alguém que esteja passando por uma situação financeira delicada. Já pensou em oferecer ajuda a essa pessoa? Caso seja possível, compre uma cesta básica, ou separe alguns itens alimentícios que já tenha em casa e doe para ela.  Procure também saber se precisam de remédios ou de ajuda para pagar alguma conta.  

Dê preferência ao empreendedor

Tem muita gente se reinventando e procurando meios de sobreviver à crise. São muitos os casos de pessoas que estão confeccionando máscaras, artesanatos, bolos e doces entre outras coisas. Apoie o trabalho desses pequenos empreendedores, se não puder comprar, divulgue o trabalho deles em suas redes sociais.  Procure comprar dos comerciantes pequenos do seu bairro. Não se esqueça dos estabelecimentos que você gosta de frequentar, muitos estão com planos de fidelidade ou desconto na compra antecipada para cobrir as contas e não fecharem as portas.

Ajude as Instituições Filantrópicas

Com o isolamento social, as doações às instituições filantrópicas que assistem pessoas vulneráveis como moradores de rua, orfanatos, asilos etc, diminuíram bastante. Entre em contato com essas instituições e veja como ajudar, seja com dinheiro, cestas básicas ou produtos de limpezas e higiene pessoal.

Sangue

Inúmeros pacientes em todo o país precisam de sangue, são vítimas de acidentes, ou que estão em tratamento de alguma doença e contam com a generosidade do outro. O Ministério da Saúde já afirmou que o procedimento é seguro para quem doa e os hemocentros intensificaram os cuidados com higienização de áreas, instrumentos e superfícies.

Faça compras para um idoso

Conhece alguém que esteja no grupo de risco? Se ofereça para ir ao mercado ou fazer alguma coisa para que ele não precise se expor ao risco. Pope essas pessoas de saírem de casa e consequentemente do risco de contagio.

Vai passar

Ficou claro que não é necessário muito para fazer a diferença na vida do outro. Basta boa vontade e disposição. Cada um tem algo para oferecer, e, quando menos esperar, terá formado ali uma imensa corrente do bem.

Pode até ser uma fase ruim, mas cada um tem dentro de si, o poder de amenizar os impactos dessa fase – na sua vida e na do outro.

Compartilhe
4+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *