fbpx
Novembro Azul: o mês mudou e a cor também, mas a luta continua!

Novembro Azul: o mês mudou e a cor também, mas a luta continua!

Mês é dedicado à conscientização da população masculina sobre a importância do exame preventivo que diagnostica o câncer de próstata em sua fase inicial.

Depois do Outubro Rosa, período dedicado à conscientização sobre o câncer de mama, inicia-se a campanha Novembro Azul, desta vez visando promover o combate ao câncer de próstata, incentivando os homens a realizarem todos os exames preventivos. O tratamento, para quem identifica precocemente a doença, aumenta o índice de cura em até 90% dos casos, porém o preconceito em realizar o exame do toque ainda é dos grandes problemas encontrados.

Para se ter uma ideia da importância do movimento, o câncer na próstata atinge os homens em maior escala quando comparado ao índice em que o câncer de mama atinge as mulheres. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer – INCA, a cada ano, a previsão é de mais de 68 mil novos casos e cerca de 13 mil mortes em decorrência desse tipo de câncer, que já é a segunda maior causa de mortes entre homens no Brasil.

Um dos principais fatores negativos na luta contra a doença ainda é o preconceito com o exame de toque retal, assunto que muitas vezes – infelizmente – vira motivo de piadas entre o público masculino, que acaba relativizando a gravidade da doença.

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é com o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre os exames: o de sangue PSA (antígeno prostático específico) e o de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos. É importante ressaltar que cerca de 20% das alterações na próstata só podem ser diagnosticadas pelo toque retal. Esse rastreamento pelo toque deve iniciar a partir dos 40 anos. Porém, apenas 32% dos homens fazem o exame e mais de 47% tem a doença em fase avançada e desconhecem.

A BB Previdência reconhece a importância da campanha Novembro Azul e incentiva a todos os seus funcionários, clientes e participantes a darem um basta ao preconceito. Saúde também é coisa de homem.

 

 

 

Compartilhe
11+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *