fbpx
PGBL ou VGBL: qual é o melhor?

PGBL ou VGBL: qual é o melhor?

Se você está atento às suas finanças e se preocupa com o seu futuro financeiro, já deve ter se perguntado se vale a pena fazer um plano de previdência complementar. Mas qual tipo é o melhor?

Não existe uma resposta absoluta para essa pergunta, pois somente depois de avaliar o perfil da cada um, será possível dizer qual tipo de investimento é o melhor. E eles tem características bem diferentes, tanto na fase de acumulação quanto com relação à tributação. Cabe a você estudar bastante, avaliar e decidir como vai aplicar sua poupança.

O PGBL ou Plano Gerador de Benefício Livre é indicado para aqueles que contribuem para a previdência social e fazem a declaração completa do imposto de renda, pois é possível deduzir até 12% da sua renda bruta anual com o valor total equivalente ao investido para o Plano. É um produto oferecido por bancos, corretoras e outras instituições financeiras (planos de previdência aberta). Esse também é o tipo equivalente ao dos planos de previdência complementar fechada (como são os planos administrados pela BB Previdência).

O VGBL ou Vida Gerador de Benefício Livre já é um plano mais indicado para quem é isento de Imposto de Renda, faz a declaração simplificada e/ou não contribui para a previdência social. Também pode ser indicado para quem já atingiu o limite de benefício fiscal de outro plano de previdência fechada ou PGBL na previdência aberta. São também oferecidos por bancos, corretores e instituições financeiras e serão sempre característicos da previdência aberta. Neste tipo de investimento, o imposto incide apenas sobre os rendimentos e não sobre o valor total do Plano.

Tributação

É possível escolher o regime de tributação ao qual seu plano ficará vinculado tanto no PGBL quanto no VGBL, mas entre os dois existem diferenças importantes com relação à tributação.

No PGBL a tributação (progressiva ou regressiva) ocorrerá no momento do resgate ou no momento de recebimento de benefício, já no VGBL o imposto de renda incidirá sobre os rendimentos.

É importante saber que se futuramente o participante quiser fazer uma portabilidade, só é possível portar de PGBL para PGBL (ou a compatibilização de PGBL com planos fechados) e de VGBL para VGBL.

Da mesma forma que o tipo de Plano, o melhor regime tributário é o que se adequa ao pensamento do investidor. O que podemos falar resumidamente dos regimes de tributação é:

Visão de longo prazo: tabela regressiva, pois quanto mais tempo o dinheiro ficar investido no plano, menor será a alíquota incidente sobre o valor a ser recebido. O imposto pode variar de 35% a 10% e vai diminuindo com o “envelhecimento” das contribuições, mudando de faixa de dois em dois anos, até que as contribuições passem de 10 anos e então a tributação será de 10%.

Visão de curto prazo: tabela progressiva, pois com um menor tempo para acumulação de recursos a tendência é a formação de um saldo menor e, nesse caso, o imposto é proporcional ao valor a ser recebido e varia de zero a 27,5%.

Leia mais: TABELA PROGRESSIVA OU REGRESSIVA? ENTENDA O REGIME DE TRIBUTAÇÃO DOS PLANOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

Não se baseie somente nesse texto. Leia muito antes de decidir, mas não deixe de começar a poupar o quanto antes.

Compartilhe
15+

4 Comentários sobre “PGBL ou VGBL: qual é o melhor?

    1. Oi Vanessa, tudo bem?

      Que bom que gostou do texto. Descomplicar a previdência para o participante é o nosso principal intuito. Além de previdência, você encontra aqui dicas de finanças, saúde e qualidade de vida.

      Volte sempre.
      Abraços 😘

      3+
  1. Com relação a Tributação Regressiva, ao se aplicar o PMP (Prazo Médio Ponderado), conforme legislação vigente, não deveria então a mudança de faixa ocorrer a cada 4 anos e não a 2 anos como foi mencionado? Nesse caso, para se obter a menor alíquota (10%) não seria 20 anos?

    2+
    1. Oi Sandra, bom dia!

      A informação publicada no Blog está de acordo com a tabela da Receita Federal, conforme legislação vigente. Para te ajudar a entender o cálculo, nossos atuários entrarão em contato contigo.

      Muito obrigada pela visita.

      Volte sempre. Grande abraço!

      2+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *