fbpx
Previdência Complementar: CD, CV, BD – o que significa isso?

Previdência Complementar: CD, CV, BD – o que significa isso?

A BB Previdência administra planos de diversas modalidades. Entenda cada uma delas, inclusive a do seu plano.

Quando vamos contratar um plano de previdência complementar, nos deparamos com uma série de conceitos novos e qualquer ajuda é sempre bem-vinda, certo? E é por essa razão que queremos explicar direitinho essas siglas tão usadas por nós e tão estranhas para algumas pessoas que estão fora desse nosso universo.

Quando se deparar com a sigla CD, saiba que estaremos falando dos planos de Contribuição Definida. Nesse caso, os benefícios são mensurados em função das contribuições realizadas ao plano mais a remuneração alcançada nos investimentos, formando assim, o saldo de contas do participante. Ou seja, o valor da contribuição é acertado no ato da contratação do plano, e o benefício que será recebido no momento da aposentadoria varia em função desta quantia acumulada, do tempo de acumulação e da rentabilidade. Quando o participante se torna elegível à aposentadoria, com base nos valores informados, ele escolhe como quer receber seu dinheiro acumulado ao longo da vida: em 5 ou em 10 anos, por exemplo, ou um percentual do saldo acumulado, exemplo: 1,00% do saldo.

Importante: o valor da contribuição pode ser revisto ao longo da fase contributiva.

E o no caso de um plano CV? Esta sigla refere-se aos planos classificados como Contribuição Variável. O participante estabelece a contribuição mensal que deseja realizar e o valor do benefício é resultado deste esforço de poupança. Esse tipo de plano oferece benefícios programados, que apresentam a conjugação das características das modalidades de contribuição definida (na fase contributiva) e de benefício definido (na fase de percepção de benefícios). Os valores dos benefícios são calculados em função da idade, gênero, recursos acumulados e também da taxa de juros no momento do pedido de aposentadoria. Pode ser vitalícia (valor é calculado atuarialmente para durar até a morte do participante) ou por tempo determinado, dependendo do plano.

Ainda existe uma terceira e última modalidade, os planos de Benefício Definido ou BD, caso em que o participante já sabe qual será o seu nível de benefício na aposentadoria no momento da adesão ao plano, exemplo: 70% do último salário. Em função disso, o valor da contribuição é calculado pelo atuário, de forma que garanta o recebimento desse benefício. Esse plano tem natureza mutualista, ou seja, de caráter solidário entre os participantes, sendo determinante o seu equilíbrio atuarial. Assim, o valor da contribuição realizada ao longo do tempo é que varia, de forma que o valor do benefício pré-determinado possa ser atingido. Este tipo de Plano não é mais oferecido pelo segmento de previdência complementar, segundo dados da Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

 

Ficou mais fácil agora, não é mesmo?

Compartilhe
8+

8 Comentários sobre “Previdência Complementar: CD, CV, BD – o que significa isso?

    1. Olá Maria Isabel! Os planos da Previ são exclusivos para os funcionários do Banco do Brasil e da própria Entidade Previ.

      Já leu nossa matéria O BANCO DO BRASIL E A PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR ?

      Se você estava se referindo à BB Previdência (que somos nós), só é possível fazer a portabilidade se você tiver vínculo com alguma das nossas patrocinadoras ou instituidores, ou for parente (até 3º grau) de algum participante de plano administrado por nós.

      Um abraço e se precisar, me chame 🙂

      2+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *