fbpx
Você sabia que as mulheres vivem mais que os homens?

Você sabia que as mulheres vivem mais que os homens?

Estrogênio vs. Testosterona: a ciência comprova e explica porque são elas que vivem mais

Existe a opinião do senso comum que diz que as mulheres vivem mais que os homens, porém essa teoria foi comprovada. Segundo pesquisas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil, a expectativa de vida dos homens é de 72,2 anos, enquanto a das mulheres é 79,4 anos.

Esse comportamento se repetiu em todos os estados brasileiros, sendo que a maior diferença foi em Alagoas (9,5 anos a favor das mulheres), seguido pela Bahia (9,2 anos) e por Sergipe (8,4 anos).

Biologicamente falando

São inúmeros fatores que influenciam este resultado. Contudo, uma das respostas está nos cromossomos. Um estudo realizado pela University of California (EUA) comprovou que o estrogênio tem efeito protetor sobre os cromossomos.

Em uma linguagem mais simples, existe um fator que indica longevidade no corpo humano: o comprimento dos telômeros (conjunto de informações genéticas nas pontas dos cromossomos). E o hormônio estrogênio, principalmente presente nas mulheres,  ajuda a aumentar estes telômeros. Quanto mais telômetros, maior será a expectativa de vida.

Cuidado com a saúde

A genética ajuda, contudo os hábitos também são fatores que influenciam na longevidade. Por exemplo, de acordo com o IBGE, em todas as regiões do Brasil, os homens fumam mais que as mulheres. Isso reflete na incidência de cânceres, problemas respiratórios e outras doenças causadas pelo tabaco.

A prevenção de doenças também é um fator decisivo. Dados do Ministério da Saúde mostram que só em 2018, as mulheres se consultaram com médicos 80 milhões de vezes a mais do que os homens.

Apesar da diferença na procura de médicos, o SUS disponibiliza serviços para os dois gêneros. A partir da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher são ofertadas ações educativas a vacinas; do planejamento reprodutivo a disponibilização dos métodos contraceptivos; do pré-natal, parto ao puerpério; do incentivo a hábitos saudáveis aos exames preventivos; dos cuidados da saúde da adolescente aos cuidados à saúde da mulher idosa.

Já os homens contam com A Política Nacional de Atenção Integral da Saúde do Homem, que oferece cuidado com a saúde sexual e saúde reprodutiva; orientações de paternidade; prevenção e tratamento de doenças prevalentes na população masculina; prevenção de violências e acidentes e muito mais.

Envelhecimento ativo

A fim de melhorar o envelhecimento tanto das mulheres, quanto dos homens, a Organização Mundial da Saúde (OMS) criou um estudo acerca do conceito de envelhecimento ativo: “Processo de otimização das oportunidades de saúde, participação e segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas ficam mais velhas”.

O envelhecimento ativo tem quatro pilares: saúde, segurança, participação social e educação. O objetivo do termo é transmitir a mensagem de envelhecimento saudável, respeitando os direitos humanos e a igualdade das pessoas mais velhas.

O estudo expõe alguns desafios para que este envelhecimento seja confortável e um destes desafios é a carga dupla de doenças. A OMS explica que com o processo de industrialização, os países ainda lutam contra doenças infecciosas e desnutrição e ao mesmo tempo enfrentam um rápido crescimento das doenças não transmissíveis (DNTs).

Outro desafio é o cuidado com as pessoas em processo de envelhecimento. “À medida que as populações envelhecem, um dos maiores desafios da política de saúde é alcançar um equilíbrio entre o apoio ao “autocuidado” (pessoas que cuidam de si mesmas), apoio informal (cuidado por familiares e amigos) e cuidado formal (serviço social e de saúde)”, esclarece a OMS.

E você, como anda cuidando da sua saúde e se preparando para o envelhecimento? Seja homem ou mulher, o mais importante é cuidar para viver a terceira idade da melhor forma, saudável e com conforto.

Fonte: Pense Futuro

Compartilhe
13+

2 Comentários sobre “Você sabia que as mulheres vivem mais que os homens?

  1. Jaqueline,
    Obrigada por informações tão importantes.
    Cuidar da alma, do corpo e da mente não nos fará viver eternamente, mas com certeza teremos garantia de melhores condições na velhice.
    Viva bem!!!

    1+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *